Empresas adotam tecnologias com inteligência artificial contra invasões físicas e virtuais

Segurança
Postado em: 05/07/2018

New
Segurança
Empresas adotam tecnologias com inteligência artificial contra invasões físicas e virtuais

Grandes complexos empresariais, aeroportos, prédios governamentais e hospitais já adotam as mais diversas soluções tecnológicas, muitas delas compostas com softwares que fazem uso da inteligência artificial (IA), como prevenção à possíveis invasões. Elas podem ser tanto físicas, quanto virtuais, com acesso por meio de sistema de informação inseguro.

Estamos falando de softwares e dispositivos modernos e sofisticados, com inteligência para aprender e identificar ocorrências com total autonomia. Estes sensores possuem leitura de reconhecimento facial e câmeras de monitoramento que detectam a invasão de pessoas, carros e até objetos no perímetro.

Após identificada uma ação considerada fora da normalidade e dos protocolos pré configurados no sistema da empresa, alertas são disparados automaticamente para os profissionais de segurança. Isso pode ser feito com o uso de vídeos analíticos, que mapeiam rotinas das áreas escolhidas para monitoramento e, assim, reduzem erros e custos, com eficiência só possível por meio da automação.

É possível, com isso, tornar mais excelente o controle de acesso de pessoas, veículos e qualquer tipo de material em áreas restritas, como pátios ou salas de cofre e estoque. Essas soluções tecnológicas armazenam todos os dados referentes às entradas e saídas dos diferentes acessos em um banco de dados, ficando disponível para possíveis consultas futuras.

Monitoramento inteligente pode ser feito sob medida para cada empresa

Os vídeos inteligentes podem integrar diferentes tipos de tecnologias, sempre escolhidas de acordo com a necessidade e ramo de atuação da empresa. Na hora da implantação do sistema de monitoramento e rastreamento inteligente, deve ser levado em conta suas peculiaridades e pontos de vulnerabilidade.

Os softwares podem fazer, inclusive, contagem do número de pessoas que entram em uma catraca ou elevador, gerando alertas no caso de anormalidades no padrão. Isso possibilita a redução de mão de obra, maior produtividade e mais qualidade nos serviços. Com a tecnologia de biometria, por exemplo, é possível fazer a leitura de impressão digital e o reconhecimento facial, liberando o acesso apenas das pessoas pré cadastradas e autorizadas.

Com a transformação digital, o aumento da violência e o mercado competitivo, o uso dessas soluções avançadas é um investimento necessário para as grandes empresas, de diversos setores. Multinacionais, grandes centros de distribuições de e-commerce e espaços públicos já substituem câmeras convencionais e adotam sensores avançados. Aderir ao uso de softwares integrados e eficazes, com foco na segurança preventiva, vem sendo uma forma de evitar prejuízos milionários.

Quais os setores que mais precisam de monitoramento inteligente?

O monitoramento, com uso de softwares com inteligência artificial e visão computacional, é indicado para a segurança em todos os segmentos empresariais, já que os vídeos e sensores permitem uma gestão proativa, prevenindo ocorrências e criando ações rápidas. Como já citamos, se as câmeras inteligentes identificam as ocorrências que fogem ao padrão, gerando uma alerta, fica mais fácil avaliar e agir.

Essa atitude é de grande relevância para alguns setores, como no caso das instituições de ensino, espaços governamentais, hospitais e aeroportos, quando há um número elevado de acessos diários e um perímetro bastante grande para monitoramento. Os analíticos de vídeo, nesses casos, ajudam muito, tanto preventivamente quanto para análise de ações de segurança. Eles podem identificar aglomeração de pessoas e detectar indícios de brigas, acionando as equipes de segurança.

Nos espaços públicos, o serviço de monitoramento com análise de vídeos inteligentes, é bastante útil para identificar qualquer tipo de material ou objeto suspeito, deixados nestes locais. Softwares de reconhecimento facial podem ser utilizados para identificar pessoas suspeitas nas imediações e possíveis invasões podem ser detectadas.

Na construção civil, o serviço visa tanto a proteção do patrimônio quanto à segurança no trabalho. Enquanto nas empresas que possuem grandes centros de distribuição, com estoques caríssimo, o acesso de pessoas e monitoramento de ambientes restritos é uma das principais preocupações.

Inteligência artificial é usada na manutenção e segurança preventiva

Uma das boas práticas com o uso da inteligência artificial (IA), segundo estudos atuais, está área da manutenção preventiva, ou seja, quando a computação cognitiva é utilizada para detectar anomalias. Por meio da análise de enormes quantidades de dados, é possível elevar práticas de manutenção preventiva a novos níveis. Isso vale também para a segurança preventiva, quando é possível controlar a entrada e saída de veículos por meio da leitura de placas ou de cartões de acessos.

Enquanto o monitoramento por meio dos sistemas tradicionais são focados apenas em monitorar imagens com operadores da equipe de segurança ou checá-los após uma ocorrência, os operadores de sistemas com análise de vídeo inteligente atuam com monitoramento de ocorrências não previstas, chamadas de "eventos" e são capazes de tratar uma ocorrência no momento em que ela ocorre.

A IA pode, de acordo com exemplos apontados em estudos, estender a vida útil de um avião cargueiro, aliando as técnicas de análise tradicionais com dados do modelo do avião, histórico de manutenção e sensores. No setor de logística, a aplicação reduz os custos com previsões e orientações comportamentais. Tudo em tempo real. A inteligência artificial consegue otimizar rotas de tráfego de entregas, racionalizando o uso de combustível e encurtando prazos.

Inteligência artificial lê até aumento de temperatura do ambiente

A inteligência artificial pode ser aproveitada desde o sistema de gravação, alarmes de incêndio, até nos sensores de reconhecimento facial. Um dos softwares tem a capacidade de detectar até o aumento da temperatura do ambiente. Nesse caso, é possível prevenir algum tipo de sabotagem no sistema elétrico ou de ar condicionado, com foco no roubo de informações confidenciais.

Outro software identifica placas de carros, com inteligência para alertar sobre uma possível invasão dentro do perímetro monitorado, tanto de pessoas quanto de objetos. Esta agilidade e eficiência em consequência da automação inibe ou impede a ação de criminosos. A tecnologia inteligente substitui os olhos de vigilantes, nem sempre atentos, excluindo o risco de falhas humanas. Por meio da vigilância eletrônica é possível reduzir o número de seguranças, já que todo o sistema está interligado no período de 24 horas.

Por que vale a pena investir em monitoramento e rastreamento inteligente?

Menor custo à médio e longo prazo: as câmeras inteligentes podem parecer mais caras na hora de um empresário investir no monitoramento de sua empresa. Mas esse custo-benefício será bastante recompensador, se for levado em conta a redução de gastos na compra ou contratação de equipamentos desnecessários. Também na prevenção de roubos ou furtos.

Redução no número de câmeras: tecnologias como sensor de movimento ou audiomonitoramento, por exemplo, ajudam a reduzir o número de câmeras que devem ser posicionadas no ambiente monitorado.

Otimização da mão de obra: o trabalho humano, na área de segurança patrimonial, passa a ser mais otimizado com o uso de videomonitoramento inteligente, gerando um menor custo e maior eficiência. É importante, neste caso, que haja capacitação da mão de obra.

Como funcionam os serviços de monitoramento inteligente?

Os sistemas de monitoramento inteligente captam imagens e sons dos ambientes. Eles enviam, automaticamente, as informações colhidas para um software analítico. Ele interpreta os dados em busca de ocorrências que possam não estar em conformidade com o padrão, como invasão de perímetro, aglomeração, abandono de materiais ou objetos.

Caso sejam detectadas ações que não condizem com o protocolo da empresa, alertas são emitidos para a equipe de monitoramento. O acompanhamento é feito em tempo real e inicia-se a tomada de decisões para inibir possíveis ocorrências. Entre os ganhos estão a agilidade das equipes de segurança e prevenção de perdas.

Principais características dos serviço de monitoramento inteligente:

Gestão de controle e manutenção dos equipamentos: o monitoramento é realizado por meio de uma central, que permite observar eventos remotamente, por meio de um software analítico controlado à distância, 24 horas por dia. A tecnologia, que passa por manutenção constante, permite uma análise de vídeo durante e após qualquer tipo de ocorrência.

Estratégias preventivas: além de detectar ocorrências, o videomonitoramento permite a análise e criação de novas ações preventivas. Tudo isso costuma estar previsto no plano de ações da empresa, realizado em conjunto com a empresa terceirizada, especializada em monitoramento.

Armazenamento de dados e acompanhamento estatístico: todas as imagens devem ser armazenadas, periodicamente, por meio de um back up. Esses dados, seguramente salvos, podem ser utilizados para averiguações diversas, quando necessárias, bem como elaborados relatórios de acompanhamento estatístico.


Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites